Tradutor / Translate

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Sapiens Parque deve mudar rotina do Norte da Ilha e gerar mais empregos

Em uma área de 450 hectares, no norte da Ilha de Santa Catarina, nasce um projeto com um novo conceito de pólo tecnológico, concebido para ser referência em inovação, pesquisa, tecnologia e sustentabilidade e aumentar o potencial da região que atualmente sofre com a sazonalidade do turismo.
Maquete do Projeto Sapiens Parque

O Sapiens é fruto de uma ação conjunta entre a Fundação CERTI, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o governo do Estado, para a geração de oportunidades e renda em um segmento que já é a principal fonte de receitas de Florianópolis. Atualmente, a tecnologia responde por 32% do PIB da capital catarinense, que é conhecida como “Capital da Inovação”.

As obras de infraestrutura viária já foram concluídas e neste momento esta em andamento construções dos empreendimentos âncora (que incluem centros de referência, laboratórios e incubadoras), equipamentos de lazer e eventos que irão mudar o potencial da região norte da cidade com a redução da sazonalidade do turismo e o aumento da geração de empregos.  Estas ações estão permitindo ao Sapiens cumprir a sua missão de promover o desenvolvimento sustentável com qualidade de vida.

Confira o que já esta em operação no local:
Trilha do Rio do Braz – Espaço aberto ao público para passeios ecológicos em meio a uma área verde preservada com passarelas, pontes, placas informativas e torre panorâmica.

Animaking - Celeiro de inovações tecnológicas e profissionais multidisciplinares que colocará Florianópolis no mercado internacional de animação. Como um organismo criativo, integra conhecimentos de diversas áreas - das exatas as humanas, em projetos para cinema, publicidade e entretenimento. A produtora utiliza avançados recursos de computação gráfica, softwares exclusivos e equipamentos de ponta para a confecção e movimentação dos bonecos.

InovaLab - Ambiente para geração de empresas de base tecnológica e oportunidade para novos projetos de inovação, inaugurado em setembro de 2010. A incubadora inclui sete estúdios com 150 metros quadrados para pesquisa e desenvolvimento, onde as empresas nascentes terão acesso a uma infraestrutura compartilhada e suporte técnico e empresarial.
Entrada do Sapiens Parque




Arena Sapiens – complexo urbano e ambiental de 180 mil m² junto a uma área verde preservada de 2 milhões de m², conta com a mais moderna pista de kart do país (que sediou duas edições do Desafio Internacional das Estrelas), e está integrada à Arena Multiuso de Florianópolis, além de ser uma das unidades do Jardim Botânico da Capital. Também estão previstos, para os próximos anos, a criação de museus interativos de inovação ao ar livre e em ambientes fechados, Centro de Mobilidade e espaços para caminhada, corrida e lazer.

Biblioteca SESI Unidade Sapiens Parque – Um espaço aberto à comunidade, a unidade Sapiens da Biblioteca SESI conta com ambiente multimídia para uso público, serviço de empréstimo de jogos educativos, livros, gibis, CDs e DVDs. Oferece também oficinas educativas e de promoção da inclusão digital.

Sistema de Monitoramento Ambiental- Já está em operação, seguindo as diretrizes do licenciamento ambiental e urbanístico. O projeto visa assegurar a preservação da natureza e a segurança jurídica para os investidores. Estações de monitoramento foram instaladas em diversos pontos do Norte da ilha para controlar o impacto da construção na comunidade. As plataformas medem temperatura, umidade, precipitação pluvial, nível de radiação ultravioleta e nível do lençol freático.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Norte da Ilha ganha Central de Videomonitoramento

O Norte da Ilha de Santa Catarina ganhou a instalação de câmeras de videomonitoramento em Canasvieiras, Jurerê, Cachoeira do Bom Jesus e Ponta das Canass, desta forma, a comunidade local e os turistas terão a tecnologia como aliada à segurança.

O governador Raimundo Colombo e o vice-governador Eduardo Pinho Moreira inauguraram a instalação do sistema de videomonitoramento no final de 2011, uma parceria entre as secretarias de Estado da Segurança Pública (SSP) e de Turismo, Cultura e Esporte e a Prefeitura Municipal de Florianópolis.

De acordo com Colombo, o Norte da Ilha de Santa Catarina está recebendo muitos investimentos, principalmente devido ao parque tecnoloógico Sapiens. O objetivo é oferecer mais qualidade de vida aos que moram no local e também mais opções, comodidade e segurança aos milhares de turistas que visitam a região nas temporadas de verão.

O secretário de Segurança Pública, Cesar Grubba, afirmou que o sistema de videomonitoramento na região da Baía de Canasvieiras representa um investimento anual para a transmissão das imagens de R$ 142,8 mil, recursos que são disponibilizados pela SSP. A central de monitoramento funcionará junto à base operacional da Polícia Militar de Canasvieiras.

As câmeras foram instaladas em Canasvieiras, Jurerê, Cachoeira do Bom Jesus e Ponta das Canas e outras devem ser instaladas, atendendo também Ratones, Cacupé, Santo Antônio de Lisboa, Sambaqui e Daniela. “Os constantes investimentos do Governo do estadual na área de tecnologia e a parceria com o Turismo, colocam Santa Catarina como o Estado mais seguro do país e o melhor destino turístico”, disse Grubba.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Telha de Barro vira placa Solar em projeto americano

Realizar a conversão da luz do sol em eletricidade não significa necessariamente ter que fazer uma cobertura com painéis solares. A empresa SRS Energy, da Filadélfia-EUA, desenvolveu uma placa, chamada de Solé, que faz esse trabalho sem comprometer a estética: o material possui o formato de uma telha de barro na cor azul escuro.

O produto foi produzido para ser compatível com as telhas de cerâmica fabricadas no mercado. Desta forma, é possível fornecer aos clientes, a possibilidade de cobrir apenas uma seção do telhado com a versão das placas fotovoltaicas.

As telhas já estão disponíveis no mercado americano, mas ainda não chegaram ao Brasil. A SRS Energy diz que as telhas Solé, feitas de um polímero de alta performance usado frequentemente nos para-choques de automóveis, são leves, inquebráveis e recicláveis.

Em solo brasileiro, por outro lado, está sendo instalada, no Estado de Pernambuco, a primeira fábrica de painéis para geração de energia das Américas - a Eco Solar do Brasil. A fábrica terá capacidade anual de produzir 850 mil painéis fotovoltaicos, responsáveis pela captação e armazenagem da energia solar.

O presidente da Eco Solar, Emerson Kapaz, explica que uma placa tem capacidade para armazenar até 150 watts. Um diferencial da tecnologia adotada pela empresa, chamada de "filme fino", é que as placas são feitas de material 100% limpo. "No início, iremos trabalhar com 80% da produção para o mercado brasileiro e apenas 20% para exportação", informa o executivo.

O preço da placa fotovoltaica, com capacidade de armazenar até 150 watts, deve ficar em cerca de R$ 320. Para uma casa com quatro pessoas, por exemplo, seriam necessárias seis placas (R$ 1.920) e a economia de energia seria de aproximadamente 30%. Hoje, o custo de uma placa com potência de 135 watts gira em torno de R$ 1,5 mil.  Com informações Jornal O globo

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Valorização dos bairros do Norte da Ilha aumenta devido ao Sapiens Parque

Investir em um imóvel vale a pena quando este mantiver uma boa valorização. Confira qual é a região que mais se desenvolve em Florianópolis, locais com preços acessíveis e certeza de um lucro médio de 15% a 20% ao ano. Se você é profissional de tecnologia, mais um motivo para investir nestes locais, pois são próximos a Centros de tecnologia na capital de Santa Catarina.

Em Florianópolis, o norte da Ilha é o local que mais cresce e se desenvolve, principalmente, devido aos investimentos do governo do estado em polos de tecnologia. Atualmente, esta região possui empreendimentos espalhados em toda arodovia José Carlos Daux (SC 401), terminando no Sapiens Parque, que deverá ser o maior polo de tecnologia do Sul do país.
Infográfico Publicado no Diario Catarinense

Em uma declaração ao Jornal Diário Catarinense, o presidente da Acate, Rui Gonçalves, diz que o motivo das empresas de Florianópolis migrarem para esta região, é o espaço. Os prédios verticais do Centro, divididos em salas de até 30 metros quadrados, limitam a expansão. "À medida que o negócio cresce, é preciso locar novas salas do edifício, algumas vezes espalhadas pelos andares, o que atrapalha a produtividade", ressalta. Segundo Rui, inovação pede sinergia entre osfuncionários e entre as próprias empresas.

Além dos parques tecnológicos, a administração do governo do estado de Santa Catarina também esta localizada na SC 401, rodovia que foi duplicada em 2011 desde a Avenida Beira mar até Canasvieiras. A região do Norte da Ilha possui ótimas oportunidades de emprego na rede hoteleira e na prestação de serviços ao turismo, que deve deixar de ser sazonal com a obra de construção do Centro de Eventos, que também está localizado no Sapiens Parque.

Bairros próximos ao Sapiens
Existe uma diversidade de bairros próximos aos polos tecnológicos de Florianópolis, porém, selecionamos algumas opções próximas ao Sapiens Parque, devido ao grande número de empresas que o local prevê em seu projeto.
Resid. Pier Boulavard na Cachoeira

Canasvieiras: É o bairro mais próximo ao Sapíens Parque, com clima ameno e uma ótima valorização dos seus imóveis em torno de 15% a 20% ao ano. Segundo o empresário Diego Lomba. "Canasvieiras possui uma ótima localização, principalmente pelo fácil acesso e por possuir um comércio na região, com bancos, atendimentos da prefeitura, além de uma ótima infraestrutura”, declara.

Cachoeira: É o bairro vizinho de Canasvieiras, porém mais calmo, sendo um ótimo local para residir com a família, principalmente pelo mar tranquilo e a extensão de areia. Este bairro também possui uma rota gastronômica que é muito visitada por moradores e turistas de Florianópolis. Segundo Diego Lomba, este bairro é um dos que mais se valorizou nos últimos anos, devido a um grande número de empreendimentos novos na região. "Com o inicio das atividades de novas e importantes empresas no Sapiens Parque, os imóveis deste bairro devem alcançar uma valorização ainda maior”, reforça.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Dicas para decorar e deixar a sua sala um charme

Na decoração de uma sala de estar é importante frisar que são os pequenos detalhes fazem toda a diferença. O primeiro a se pontuar é a questão de equilibrar cores e contrastes, passado este detalhe você pode se divertir com artigos como: Tapetes, cortinas, lustres e objetos de decoração.

Tapete: Devem ter uma forma harmoniosa com o ambiente, móveis e a decoração. Evite utilizar tapetes com formas arredondadas, pois são difíceis de combinar. As cores do tapete devem completar a sintonia do ambiente, combinando com os detalhes das cortinas, sofá e etc. Dê preferência as cores neutras.

Cortinas: Assim como os tapetes, também devem harmonizar com o ambiente e decoração, podendo usar cores em tons semelhantes ao da mobília. Caso seus móveis possuam cores ou estampas  é indicado a utilização de cores neutras, se os móveis forem em tons mais clássicos, pode-se ousar na cortina, usando um tom vibrante que irá iluminar o ambiente. Essas peças podem ser combinadas com as almofadas, mantas de sofá e os tapetes.

Mantas e Almofadas

A manta de sofá é um acessório que dá cor e vida ao ambiente, além de proteger o móvel. Abaixo, pontuamos algumas dicas, para a utilização destes ítens. Ao escolher a mantas para sofá, evite as de tecido liso, pois elas escorregam no sofá. Cuidado também com as cores, pois elas devem ficar harmoniosas com as cores já presentes no ambiente.


Podem ser colocadas desde o encosto do sofá até as almofadas, de maneira bem alinhada, sem precisar completar o móvel, veja :




As mantas também podem ser colocadas de maneira displicente sobre os braços do sofá como mostra a imagem ao lado ou cobrindo transversalmente todo o sofá ou somente o centro do mesmo. Confira:

























A manta também pode ser colocada em apenas um canto do sofá;
Se o estofado que está na sua sala já tem estampa ou possui cores fortes, opte por mantas na mesma cor do móvel, porém em tons mais delicados, mantas lisas de outras cores também são uma opção nesse caso. Se o seu estofado possui cores neutras, como bege, cinza, branco e preto, as mantas podem ter grande variação de estampas (como xadrez e estampas de animais) e múltiplas cores – sofás em cores neutras combinam bem com mantas de cores quentes e fortes, como vermelho e laranja.

Em todo caso, evite o contraste excessivo e a presença de muitas cores em um só ambiente, procure usar o jogo de cores neutras e vibrantes a seu favor, embelezando a sua sala e tornando o ambiente charmoso e aconchegante.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Novo Centro de Eventos deve diminuir a sazonalidade do turismo de Florianópolis

O governador do Estado de Santa Catarina anunciou no última segunda-feira, dia 6 de agosto, a retomada da construção do Centro de Eventos de Canasvieiras, no norte da Ilha de Santa Catarina. As obras do local que fica localizado no Sapiens Park, estavam paradas desde setembro de 2010 e devem ser reiniciadas neste mês, também atendendo o turismo local.

O projeto era de um local voltado para práticas esportivas, porém a comunidade do Norte da Ilha solicitou que o mesmo também atendesse o fluxo turístico. O novo Centro deve conter espaços para o fluxo turístico, cultura, eventos e um centro de formação e qualificação.
                              
Para o empresário de uma Corretora de imóveis, Diego Lomba, esta obra deve diminuir a sazonalidade do turismo na Ilha, beneficiando diversos setores. "Esta mudança no investimento do Centro de Eventos deve trazer um retorno considerável para o setor hoteleiro de Florianópolis, principalmente do Norte da Ilha de Santa Catarina, que deverá ganhar muito com a diminuição da sazonalidade, automaticamente,  todo o setor de serviços também devem ser beneficiado com o empreendimento", declara.

O investimento será de R$ 28 milhões, com recursos do Governo do Estado, Caixa Econômica e financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A conclusão da primeira etapa, que inclui o andar térreo, está prevista para julho de 2013 e o restante para o início de 2014. O Centro de Eventos ficará dentro do Sapiens Park

Nova estrutura
O centro de eventos ocupará uma área construída de 17 mil metros quadrados. O local contará com salas modulares, um auditório com capacidade para 3,5 mil pessoas, área para feiras e convenções, além de restaurantes, escritórios e salas para oficinas.

No novo projeto, também está incluída a Escola de Turismo de Santa Catarina para formar profissionais em nível médio na área que envolva todo o setor, desde hotelaria, copeiro e guia turístico.

sábado, 11 de agosto de 2012

A profissão de corretor de imóveis esta entre as cinco melhores áreas do futuro



Em pleno século XXI, estamos vivendo diversas mudanças, principalmente tecnológicas e de comportamento. Por isso, estamos em uma época que nos vale reavaliar conceitos e ações, porque só assim nos manteremos à frente no mercado.

O profissional do século XXI é atualizado, tanto no que se refere a conteúdo, quanto ao contato com as novas tecnologias, antenado às tendências mercadológicas. Dessa forma, é um profissional que consegue prever acontecimentos e se antecipar a eles, é um visionário. Veja perguntas e respostas sobre este profissional, respondidas pelo especialista de mercado, Otávio Bruno de Sá.

O que diferencia o antigo e o novo profissional?
A maneira de pensar e agir do novo profissional é atualizada. Seu tempo é valioso, daí sua ligação com as novas tecnologias e a busca pela excelência constante.

De que forma este profissional encara seus clientes? 
O profissional do século XXI deve pensar em seus clientes de maneira profissional e objetiva, priorizando o bom relacionamento para atender, acima de tudo, as reais necessidades do cliente. O trabalho de um corretor é assessorar e assegurar que o cliente faça sempre o melhor negócio, com essa preocupação a fidelização é o resultado de um relacionamento ético e saudável, que coloca o fechamento do negócio como consequência ao respeito das necessidades do cliente.

Quais as perspectivas para o corretor de imóveis nos próximos anos?
São as melhores perspectivas. O corretor de imóveis e tudo o que se relaciona a ele, estará entre as cinco melhores profissões do futuro, que englobarão profissionais ligados a tecnologia, bem estar, saúde, entretenimento e finanças. Estamos em um mercado favorável a investimento, aplicação de tecnologia e com resultados reais nas novas mídias, mas afirmo novamente que só vai sobreviver quem tiver visão de futuro conquistada com informação.


Quais os principais avanços que você observa nesses últimos anos? 
As tendências comportamentais que colocam o cliente como o centro dos negócios, a quem deve se atender as necessidades, é um grande avanço. As mudanças significativas, entretanto, vão ter início daqui pra frente. O Brasil está vivendo um momento privilegiado e a quebra de fronteiras para a captação de investimento estrangeiro possibilita o crescimento e avanço do mercado nacional. Com informações Redimob

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Tendência: Lavabos modernos e com formatos ousados

Realizar a decoração de Lavabos é muito simples, pois é um ambiente pequeno ao contrário do Banheiro que possui mais coisas do que a pia e o sanitário, pois no lavabo não se usa Chuveiro ou Banheira.

Se engana quem pensa no lavabo é um espaço simples, o lavabo ganhou amplitude, charme e ares contemporâneos com toques rústicos. Brinque com linhas retas, cores neutras, papeis de paredes, porcelanatos e espelhos, é possível também usar madeira de demolição, mármore e plantas.

Atualmente, a decoração destes espaços tem saído do tradicional, sendo locais leves, aconchegantes, Alegres, que unem uma infinidade de linhas e formatos, estes são os sinônimos da modernidade nas casas brasileiras. Hoje, os lavabos podem ser considerados uma extensão da sala, sendo um lugar para ser notado, por isso, invista nos acabamentos sofisticados.

Veja umas dicas que o Blog Imovéis Florianópolis separou para você:




segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Classe C quer qualidade e excelência em imóveis

Ao adquirir um imóvel em Florianópolis ou qualquer outra região do país, todos buscam qualidade dos serviços, principalmente quando falamos na realização de um sonho, como é o caso da casa própria. Este atualmente, têm sido o grande desafio das construtoras: unir qualidade e preço para atender um novo perfil de consumidor.

Devido a crescente busca de imóveis pela classe C, construtoras estão buscando soluções para atender a demanda da classe média, um dos grupos sociais que mais cresceu no Brasil, nestes últimos anos.

O déficit habitacional de 90% que atinge a classe C, faz com que as construtoras apostem em imóveis com preços mais baixos para atender as necessidades desse público. Segundo os especialistas, a realidade do mercado está mudando, um exemplo disso, é que nos anos de 1980, vagas de garagem não eram uma exigência deste público. Hoje, eles não compram um imóvel sem esse requisito.


O diretor da Diego Lomba Imóveis, diz que todas as construtoras estão pesquisando as exigências e o perfil do cliente para desenvolver seus produtos. “Qualidade não é sinônimo de alto custo, assim como produto econômico não significa baixa qualidade”, declara Diego. Para que isso seja possível, o empresário conta que são buscados materiais que valorizem o acabamento dos empreendimentos. Esse cuidado faz parte de todas as etapas do processo construtivo, a fim de possibilitar que o imóvel chegue ao consumidor com preço bom e qualidade.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Adquirir imóveis para aluguel supera rendimento de investimentos tradicionais

Com as recentes reduções da taxa básica de juros, a valorização do dólar frente ao real e as turbulências causadas pela crise econômica na Europa, quem poupa precisa rever seus investimentos. Aplicar as economias em imóvel é uma boa opção pela tendência do bem em valorizar a médio e longo prazo, além de render com o aluguel.


A facilidade no crédito e a estabilidade da demanda em Florianópolis, por locação tornam a alternativa interessante. Mas antes é preciso pesquisa, cautela e colocar os custos de manutenção na ponta do lápis para que o investimento não se torne prejuízo. Hoje, entre os imóveis mais lucrativos e procurados estão os comerciais, industriais e apartamentos de até dois dormitórios. Na ilha ainda existem os imóveis de praia, que durante a temporada podem ser locados por diária.

"Imóveis sempre serão um bom investimento a longo prazo com uma boa rentabilidade, principalmente na compra de apartamentos adquiridos na planta ou em fase inicial de construção", aconselha o economista Marcelo Viana Custódio, delegado regional do Conselho Regional de Economia.

O economista e coordenador do curso de Economia da Unidavi, Luiz Alberto Neves, reforça que o cenário econômico turbulento pode trazer vantagens aos investidores de imóveis, considerando o baixo rendimento da poupança, a crise financeira na Europa além do real desvalorizado. "A queda nos juros e a facilidade de crédito por incentivo do governo facilitam a aquisição. E até pode acontecer do imóvel desvalorizar, mas é muito raro", afirma Neves.

A oferta de residências para alugar continua acima da procura, mas ainda assim a demanda é grande, principalmente, a procura de imóveis nas proximidades de empresas e universidades, que estimulam a vinda de novos moradores, pois o aluguel é a saída para quem quer ficar na cidade, mas não sabe durante quanto tempo.

Se antes a preferência por locação era quase exclusiva, hoje há procura também nos bairros. Com a expansão das empresas fora do Centro - e a vida própria que as regiões estão criando -, quem quer investir deve pensar também nas localidades mais afastadas. Para morar, a principal opção é de apartamento. Mas também há procura por imóveis comerciais e industriais.
Com informações Pense Imóveis

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Construtoras fazem projetos sustentáveis e inovadores para consumidor do setor de TI

O crescimento no número de empresas de tecnologia no Brasil tem motivado as construtoras a mudarem o perfil de suas obras para o segmento empresarial. Os projetos, antes voltados para construção de salas pequenas para escritórios, estão dando lugar a salas grandes e flexíveis que permitem ampliar ou diminuir o espaço ocupado. Assim o ambiente pode ser utilizado por empresas de diferentes tamanhos e perfis. Outro foco das construtoras é cada vez mais criar processos mais ecoeficientes de gestão dos prédios.

Em Florianópolis, onde o setor de tecnologia está entre as principais atividades econômicas da cidade, as construtoras têm mudado o perfil de suas obras para atender a esse novo perfil de consumidor. Diversas construtoras estão investindo em geradores próprios, captação de água da chuva, conforto térmico – para diminuir o uso de ar-condicionado –, elevadores mais largos com sinalização em braile e 1 mil vagas de estacionamento com estrutura até para recarregar veículos elétricos.


Imóveis voltados para o setor de TI”
A região norte de Florianópolis também tem recebido investimentos em construções para o mercado corporativo. O Sapiens Parque, parque de inovação idealizado pela Fundação Centro de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi) com o apoio do governo de Santa Catarina, também está ampliando suas obras para atender a empresas de tecnologia do estado. Em setembro deste ano, o empreendimento lançou um edital para captar recursos privados para a construção de um condomínio empresarial com oito prédios corporativos voltados a empresas de serviços, tecnologia e conhecimento. “O setor de tecnologia da informação está crescendo em Florianópolis. São cerca de 40 novas empresas que entram no mercado por ano na cidade e cada vez mais precisaremos de imóveis voltados para esse segmento”, afirma José Eduardo Fiates, diretor-executivo do Sapiens Parque.

Os prédios corporativos localizados no Sapiens Parque terão quatro pavimentos cada um e atenderão a empresas de diferentes perfis. No térreo, há espaço para comércio e para empresas que necessitem de um imóvel com os pés-direitos mais altos para montar, por exemplo, um laboratório. Nos quatro andares, as salas são flexíveis, podendo ter até 1,5 mil metros quadrados. Nessa etapa da obra serão construídos restaurantes, bancos, salas de reunião, áreas de serviço comum e um calçadão “Via Sapiens” que vai funcionar como uma grande área comercial. Além de obras no empreendimento, estão previstas melhorias para garantir a integração do Parque no sistema público de transporte e um sistema interno de locomoção que permitirá o transporte das pessoas dentro do próprio Parque.
(Com informações Revista Empreendedor