Tradutor / Translate

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Mudança de imóvel durante uma pandemia: é possível?

O isolamento social, fez com que muitas pessoas percebessem a vontade de mudar de imóvel. Entenda como se preparar para essa mudança, durante a pandemia.

Para muitos, especialmente para casais sem filhos, o tamanho do imóvel nunca foi problema. Afinal, ele servia apenas para dormir e se alimentar, visto que a vida ocorria no ambiente externo. Trabalhos, estudos, exercícios físicos e socialização com famílias e amigos, comuns. Logo, mudança de local era apenas em último caso e não era prioridade.

 

Mas, a chegada do novo coronavírus e as restrições sociais adotadas - como a quarentena e o isolamento - fizeram com que toda essa rotina vivida fora da sua casa ou apartamento, invadissem esse espaço. Logo, a procura por imóveis maiores e mais confortáveis, subiu. Segundo dados de algumas plataformas imobiliárias, a procura por esses espaços maiores.

 

Se você está nesse momento de mudança e está buscando algumas dicas de como fazer isso de maneira segura, confira alguns apontamentos para não errar:

 

Posso realizar mudança de imóvel durante uma pandemia?


Uma dúvida muito comum é sobre a possibilidade de mudar de imóvel, mesmo enquanto dure a pandemia. Por mais que a vacinação continua avançando e uma nuvem de esperança começa a surgir as restrições e cuidados ainda não acabaram.


Nenhum estado ou cidade proibiu a mudança de imóveis durante esse período, mesmo nos meses mais obrigados. Mas, é preciso estar atento a alguns outros detalhes importantes, para que essa mudança de casa, ou apartamento, seja mais segura e proveitosa possível:

 

1 - Se informe sobre as restrições do local que você está indo


Casas de bairro, não existem tantas limitações, afinal, o proprietário faz as regras. Entretanto, se o local escolhido é uma casa de condomínio ou apartamento, é preciso estar ciente que algumas regras para mudança podem estar em vigor.

 

Vale lembrar que o condomínios possui suas regras próprias e, alguns, transformados ainda mais rígidos que as adotadas pelas prefeituras. Logo, se você se interessou por um desses espaços, entre em contato com o síndico - ou proprietário do imóvel - para saber se existem restrições ou normas específicas para as mudanças no local.


2 - Planeje sua mudança e avise os envolvidos


Principalmente em condomínios de apartamentos, onde elevadores e áreas comuns são compartilhadas, vale colocar em jogos as práticas da boa vizinhança e da empatia. Programe com antecedência sua mudança, avise o síndico e os porteiros, estabelecendo também a hora.


Dessa maneira, é possível que o condomínio faça uma organização, evitando que elevadores fiquem congestionados e elevem o risco de infeções, por conta da aglomeração.

 

3 - Opte por fazer tudo sozinho


Sabemos que a vida é corrida e a rotina agitada. E, vamos concordar né: ninguém gosta de mudança! O tempo gasto para organizar, horas para arrumar em caixas, bagunça, sujeira e outros itens que moram nos pesadelos de todas as pessoas que estão saindo para outro imóvel.


Existem diversas profissionais e empresas que se dispõe a fazer esse trabalho pesado para você. Mas, em tempos de coronavírus e a pandemia ainda estar muito agressiva, não se coloque em risco ao inserir outra pessoa no seu espaço.

 

4 - Higienizar bem o espaço depois


Mesmo que todos usados ​​usando os devidos equipamentos de cuidados durante - máscaras e luvas - tome precauções extras na higienização do ambiente depois da loucura do descarregamento da mudança. 

 

Desinfete todos os objetos e superfícies que foram tocados durante esse momento. Maçanetas, janelas, portas e interruptores de energia, por exemplo, são os locais que você não pode esquecer de alguma forma na hora da limpeza.

 

O chão também deve ser devidamente desinfectado. Opte por usar água sanitária, ou álcool 70%, caso haja restrições a esse produto. O importante é garantir que tudo está livre de invasores perigosos, que vão transformar seu momento novo, em uma dor de cabeça.


Cuide-se, por você e pelos outros 

Apesar de ser uma situação totalmente intensa e, por vezes enlouquecedora, mudar de imóvel é sempre sinônimo de novos ares, novos começos. Tomar os devidos cuidados e manter as regras de distanciamento social e de segurança, não beneficia apenas a sua saúde, mas de todos.


Então, não permita que esse momento mágico, vire uma preocupação e um risco para essa qualidade de vida. Cuidar de si, é um ato de amor-próprio e também ao próximo!


Se você está buscando seu próximo apartamento ou casa, para alugar ou comprar, a Diego Lomba é a sua melhor plataforma para escolher o imóvel certo para você. Entre em nosso site e confira agora mesmo :

https://www.diegolombaimoveis.com.br/ImovelEmpreendimento.aspx?siteemp=76 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário